Filó

Filó
A contadora de "verso"

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Cordel de Filó - Cordel de Saia - filmagem


Êh Meu povo! Ficaram curiosos para verem como é minha apresentação em teatro? Tá aí uma filmagem para vocês assistirem. É a filmagem da minha apresentação Cordel de Saia, uma versão do meu espetáculo Cordel de Filó só com cordéis escritos por mulheres!

segunda-feira, 31 de julho de 2017

CORDEL DE SAIA

Êh Meu Povo! No domingo dia 30 eu estive de volta a Sala Mário Lago em Jacareí apresentando o espetáculo "CORDEL DE SAIA" , um espetáculo apenas com cordéis escritos por mulheres cordelistas. Cantei uns versos de quadrão da cordelista Dalinha Catunda e interpretei cordéis das cordelistas Rosário Lustosa, Mana Cardoso, Jarid Arraes (Quem te Crespo é Rainha) e Izabel Nascimento (O Cordel do Watsapp).  Amigos que vivem em Jacareí foram prestigiar e tive o prazer de conhecer a molecada do Projeto Fênix, ONG que faz um bonito trabalho de educação cultural com as crianças da comunidade carente "Rio Comprido"...enfim, foi danado de bom! Meus agradecimentos à Dalinha Catunda e Rosário Pinto criadoras do blog "Cordel de Saia" (www.cordeldesaia.blogspot.com) por me darem a permissão de usar o nome, à Fundação Cultural de Jacareí pela oportunidade e a todos os que estiveram presentes. Confiram as fotos!




Eu com meus amigos de Jacareí!

Com a molecada e equipe do Projeto Fênix


E aqui fica uns versos para vocês!
SE TEM MULHER NO CORDEL
VOCÊ TEM QUE RESPEITAR.

Mote de Dalinha Catunda

O homem é mestre no verso
E a mulher nunca se acanha
Rodando a saia com manha
Ingressa nesse universo
Encara tema diverso
Na cultura popular,
Ocupando seu lugar
E faz bem o seu papel
SE TEM MULHER NO CORDEL
VOCÊ TEM QUE RESPEITAR.
Dalinha Catunda

A linguagem feminina
Tem mais vez, voz e espaço
Saia, batom, flor e laço
Sobre a cultura se inclina
A musa achou outra sina
Outra forma de encantar:
Tramas de seda ao rimar
Em versos, xale e dossel
SE TEM MULHER NO CORDEL
VOCÊ TEM QUE RESPEITAR.
Josenir Lacerda

A mulher só aglutina
Com sua sabedoria
Canta noite, canta dia
Burilando sua rima
Tem calma, não desatina
O seu lema é cantar
O verso metrificar
Já provou não ser bedel
SE TEM MULHER NO CORDEL
VOCÊ TEM QUE RESPEITAR
Rosário Pinto






sexta-feira, 14 de julho de 2017

Poesia com Rapadura na Casa do Idoso Leste!

Na tarde da quinta-feira, dia 13 de Julho, estive na Casa do Idoso da Zona Leste apresentando meu teatro em Cordel na Programação de Férias da casa. Foi danado de bom, o povo se divertiu e se emocionou com o cordel "O Remédio de Tonico" de Rosário Lustosa e outros. E não foi só eu que se apresentou não, o povo da melhor idade apresentaram números de dança, pensa num povo arretado! E conheci uma nordestina de Pernambuco muito animada chamada Angelina. Agradeço a amiga Zana Leíper pelo convite (e insistência rsrs) e à Fabiana, Costa e outros funcionários que me receberam muito bem. Confiram as fotos:




Leda, eu, Angelina e Fabiana

Eu, metida a besta junto com o grupo que se apresentou dançando música country

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Cordel de Filó em Jacareí!

Êh Meu Povo! No domingo dia 2 de Julho eu estive na Sala Mário Lago em Jacareí, São Paulo apresentando o meu espetáculo CORDEL DE FILÓ! Foi uma apresentação danada de boa, o público compareceu em peso e ainda tive a honra de ser fotografada pelo fotógrafo america Paul Constantinides! Vejam as fotos e dia 30 desse mês estarei lá de novo apresentando o espetáculo CORDEL DE SAIA.
Fotos by Paul Constantinides









Fotos by Mario Netto










quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

FALCÃO E FILÓ DO CORDEL

Êh Meu Povo! Realizei um sonho: conheci pessoalmente o meu ídolo Falcão!
Pensa numa mulher que ficou toda abestada de tão feliz...pois fui eu!
Fui assistir o show dele, o "Altamente Mais ou Menos"- uma fuleragem tipo Stand Up Comedy rsrs- no Teatro Colinas em São José dos Campos e quase dei um nó nas tripas de tanto dar risada.
Quando ele cismou de tirar o óculos e mostrar o seu olhar, eu gritei igual a uma doida e ele fez questão de tirar o óculos mais uma vez só por mim e disse que meu grito parecia uma sirene e que um caba que tinha uma mulher como eu em casa, tava bem...Eita! Quase tive um troço de tanta emoção!
Tinha um cabra lá que tinha vindo de Taubaté, que se veste igual ele e é chamado de Falcão Sósia, ele é bem mais baixo que o Falcão, mas até que parece mesmo. Esse cabra fez uma fuleragem sem tamanho mais o Falcão.
Quando Falcão tocou e cantou a música "Coração de Frango", o tal do Sósia sentou no palco tocando um violão véio sem corda e eu de enxirida fui perto do palco dançar igual a uma chacrete...eita, que foi danado de bom! O povo todo gostou.
Depois do espetáculo espetaculoso, eu, o Sósia e mais um monte de gente ficamos esperando o Falcão aparecer para fazer aquela tietagem abestada e...ele apareceu mesmo! Todo despachado, tirou foto com o povo e eu consegui tirar uma casquinha daquele homão!
Confiram as fotos!
Eu e meu ídolo, o artista mais catilogênicamente sexy do mundo!



Eu, na ansiedade, antes do show começar!


Tocando violão e falando bestagem o tempo todo
Cantando seus maiores sucessos
Eu e o Falcão Sósia de Taubaté